Trabalho escravo contemporâneo: + de 20 anos de combate (desde 1995)

Desde 1995, quando o governo brasileiro reconheceu essa violação de direitos humanos no país, mais de 52 mil trabalhadores foram resgatados do trabalho escravo nas zonas rurais e urbanas do país.

Esta publicação, produzida pela Repórter Brasil e pelo Sinait (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho), apresenta as principais características do trabalho escravo contemporâneo e as ações realizadas para a erradicação dessa prática vergonhosa empreendida por atores da sociedade civil e do poder público nas últimas duas décadas. A primeira versão do material foi lançada em 2015.

1ª edição: Janeiro de 2015

2ª edição: Maio de 2015

3ª edição: Janeiro de 2017

4ª edição: Maio de 2017

Últimas publicações