Ano de publicação: 2017

O vídeo apresenta as principais conquistas do projeto de prevenção ao trabalho escravo realizado pelo Escravo, nem pensar!, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, no Maranhão em 2015 e 2016. O projeto alcançou mais de 130 mil pessoas e envolveu 203 escolas de 62 municípios do estado. Este trabalho contou com o apoio da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Catholic Relief Service e Ministério Público do Trabalho da 16ª região (MPT-MA).

O Maranhão é um estado estratégico para o combate ao trabalho escravo no Brasil, porque ele é o que mais emite trabalhadores migrantes, que são explorados em outros lugares do país; além disso, o estado figura entre os cinco primeiros com maior número de trabalhadores libertados no seu próprio território. Por esses motivos, são estratégicas as ações de prevenção ao aliciamento e à exploração de trabalhadores.

Para saber mais sobre o projeto, veja a nossa nota sobre a divulgação dos resultados finais

Baixar o vídeo

 

 

Comentários fechados.