Sobre

Escravo, nem pensar! é o programa educacional da ONG Repórter Brasil. Fundado em 2004, é o único programa nacional dedicado à prevenção do trabalho escravo.

Nossa missão é diminuir o número de trabalhadores aliciados para o trabalho escravo e submetidos a condições análogas a de escravidão nas zonas rural e urbana do território brasileiro, por meio da educação.

Para alcançar essa missão, temos como objetivos estratégicos:

  • Difundir o conhecimento a respeito de tráfico de pessoas e de trabalho escravo contemporâneo como forma de combater essas violações de direitos humanos.
  • Promover o engajamento de comunidades vulneráveis na luta contra o trabalho escravo e o tráfico de pessoas.

Por decisão unânime dos membros da Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae) consta como meta 41 do 2º Plano Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo: “Promover o desenvolvimento do programa ‘Escravo, nem pensar!’ de capacitação de professores e lideranças populares para o combate ao trabalho escravo, nos estados em que ele é ação do Plano Estadual para a Erradicação do Trabalho Escravo”. Atualmente, é também meta de planos estaduais da Bahia, Mato Grosso, Pará, Tocantins e Maranhão.

Missão

Diminuir o número de trabalhadores aliciados para o trabalho escravo e submetidos a condições análogas a de escravidão nas zonas rural e urbana do território brasileiro, por meio da educação.

O que fazemos

Formações
As formações do Escravo, nem pensar! são processos de aprendizagem pelos quais o conhecimento entre a sua equipe e o público é trocado a partir da construção coletiva e paulatina. Diferentemente de cursos ou capacitações, buscam o efeito prolongado e sustentável de suas ações.
Produção de conteúdo
Os conteúdos sobre trabalho escravo e assuntos correlatos são produzidos pela equipe e divulgados gratuitamente por meio de formatos diversificados, que atendam aspectos pedagógicos para fins formativos e facilitem o acesso ao conhecimento por parte de qualquer pessoa.
Metodologias
O programa se especializou na criação de metodologias para fins educacionais, dedicadas à abordagem de temas de direitos humanos. Passam constantemente por revisões e reformulações por parte da equipe para que sejam aprimoradas e adequadas ao contexto em que são aplicadas.
Incidência política
Como ator da sociedade civil, o Escravo, nem pensar! participa de fóruns de elaboração de políticas públicas de combate ao trabalho escravo e fomenta a articulação entre entidades do poder público e da sociedade civil.

O programa realiza e desenvolve

  • Metodologias específicas em direitos humanos
  • Formações de educadores, de gestores públicos de educação e de lideranças populares
  • Materiais didáticos (publicações, planos de aula, jogos etc)
  • Assessoria técnica e financeira para experiências comunitárias
  • Festivais e concursos culturais de âmbito municipal e/ou estadual
  • Assessoria para a institucionalização do tema do trabalho escravo e assuntos correlatos em planos de educação