Repórter Brasil apresenta jogo “Escravo, nem pensar!” na Conatrae

A ONG Repórter Brasil apresentou, na última terça-feira (11/3) o jogo didático Escravo, nem pensar! na Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae), em Brasília. O material foi produzido pelo programa de educação da ONG, homônimo ao jogo, com o apoio da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e do Ministério Público do Trabalho, e tem como objetivo difundir a luta para a erradicação do trabalho escravo e engajar o público infanto-juvenil nessa temática, por meio de uma abordagem lúdica e criativa.

“O jogo é uma forma de educar pela brincadeira. Desenvolvemos esse material didático com o intuito de atender à demanda de professores, que desejam abordar um tema complexo de forma mais divertida com alunos mais jovens. O nosso objetivo é também apresentar novas propostas de aprendizado, menos ortodoxas”, afirma Leonardo Sakamoto, coordenador da ONG Repórter Brasil.

O jogo pode ser utilizado em diferentes disciplinas e espaços educativos variados, já que desenvolve o raciocínio lógico e estratégico, ao mesmo tempo em que trabalha noções de História e Geografia e estimula a cooperação entre os jogadores.

Clique aqui para acessar o manual do jogo para saber mais detalhes do material didático.

Para os educadores que desejem adquirir o material, o programa Escravo, nem pensar! pode disponibilizar unidades. Para mais informações, escreva para [email protected]rasil.org.br.