À Espera: história de uma mulher de Angola em São Paulo

Angelina é uma mulher fictícia, ou seja, sua história é baseada em fatos reais, mas nem por isso inverossímil. Ela é a protagonista da animação À Espera, do programa Escravo, nem pensar! da Repórter Brasil, e representa uma mulher angolana, negra e imigrante, que vive no Brasil já alguns anos com seus filhos pequenos.

A história de Angelina é semelhante a de várias mulheres angolanas que chegaram a São Paulo nos últimos anos, com filhos pequenos e, muitas vezes, gestantes. Por que deixam o seu país? Como e por que vem ao Brasil? Quem são elas? O vídeo convida a saber mais sobre a história de migração dessas mulheres.

A animação foi realizada com o apoio do Instituto C&A, no âmbito do projeto “Escravo, nem pensar!: Direito do migrante e prevenção ao trabalho escravo e infantil”, realizado entre 2017 e 2019 com as redes municipais de Assistência Social e Educação de São Paulo (SP).

Clique aqui e saiba mais.

Últimas publicações