Rede de Promoção do Trabalho Decente

A Rede de Promoção do Trabalho Decente é fruto de uma construção coletiva, que teve início em 2018, e agrega organizações da sociedade civil dedicadas ao combate ao trabalho escravo e à promoção de direitos de migrantes. Além da Repórter Brasil, fazem parte dela o Cami (Centro de Apoio e Pastoral do Migrante), o CDHIC (Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante) e o Sefras (Serviço Franciscano de Solidariedade). Juntas, a partir de um trabalho articulado, suas ações de prevenção ao trabalho escravo são potencializadas e fortalecidas no município de São Paulo. (Para saber mais sobre essas organizações, clique aqui)

Durante os anos de 2020 e 2021, as organizações se dedicarão ao atendimento gratuito a trabalhadores imigrantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica e ao aperfeiçoamento de profissionais e equipes das redes públicas de Educação e Assistência Social de São Paulo sobre os direitos dos imigrantes e a prevenção ao trabalho escravo. As atividades consistem em:

  • Encontros com trabalhadores migrantes e lideranças comunitárias por meio de visitas às oficinas de costura, rodas de conversas, palestras e mutirões de atendimento (serviço social, assessoria jurídica e regularização migratória).
  • Serviço de atendimento emergencial às vítimas de trabalho escravo.
  • Formação de educadores e de profissionais da Assistência Social da rede pública do município de São Paulo.
  • Incidência para adoção de políticas públicas de acolhimento às vítimas resgatadas do trabalho escravo e em prol das comunidades imigrantes.

Estas ações serão desenvolvidas principalmente nos territórios de Cangaíba (Zona Leste), Pari (região Central) e Vila Maria (Zona Norte). Entretanto outras regiões poderão ser contempladas por meio das ações da Rede.

A Rede conta com parceria de órgãos do poder público e de outras entidades da sociedade civil, que atuam no combate ao trabalho escravo. A iniciativa conta com o apoio da Laudes Foundation.

Para saber mais sobre o projeto, entre em contato com:

Sefras (informações gerais sobre o projeto)

E-mail: [email protected]
Tel.: (11) 3291-4433

Repórter Brasil (formação de educadores e de profissionais da Assistência Social e incidência política)

E-mail: [email protected]
Tel.: (11) 2506-6570

CAMI (visita às oficinas têxteis e atendimento às comunidades imigrantes)

E-mail: [email protected]
Tel.: (11) 3333-0847

CDHIC (articulação local e atendimento às comunidades imigrantes)

E-mail: [email protected]
Tel.: (11) 2257-3467