Projetos comunitários

Os objetivos do projeto eram: alertar e informar a população sobre a problemática do trabalho escravo na região; despertar o cidadão para a valorização dos direitos, compreendendo a cidadania como participação social, e discutir o que é trabalho escravo, confrontando modos e condições de viver e trabalhar na cidade e no campo. Para isso, a equipe organizadora do projeto realizou atividades informativas e de sensibilização em diversas escolas da cidade. Essa dinâmica de ir ao encontro das escolas possibilitou a divulgação e ampla participação no 1º Festival Cultural de Paraibano, realizado pelo projeto.

O festival fomentou a preparação e apresentação de intervenções culturais, como danças e encenações, relacionadas à temática da escravidão. Também houve apresentação de músicas, paródias e poemas confeccionados por alunos e alunas das escolas participantes. O projeto também engrossou as fileiras da passeata do Grito dos Excluídos, no 7 de setembro, na qual o grito em defesa da liberdade e do trabalho digno somou-se às reivindicações dos demais movimentos sociais.

Em parceria com o Projovem (programa do governo federal), os alunos do projeto participaram de palestra informativa e exibição de vídeo sobre o tema, e montaram a peça de teatro que foi vencedora do festival. A atividade também foi realizada com os estudantes de EJA da Escola Municipal Henrique Dias. Uma atividade maior, também visando levar informação à comunidade, aconteceu na Escola Municipal Padre Constantino Vieira, no campo. Além de palestra, esclarecimento à população e exibição de vídeo, foi apresentada uma peça teatral com o intuito de sensibilizar as pessoas.

Comentários fechados.