Projetos comunitários

Este projeto mesclou a metodologia do “Teatro do oprimido” e o tema do trabalho escravo contemporâneo para realizar um processo de conscientização e difusão de informações.

Com o projeto foi possível ampliar o grupo de teatro do oprimido existente na comunidade Sidilância, fortalecendo o grupo de jovens participantes e também estendendo o trabalho para as famílias dos jovens, visto que também foram realizadas atividades com as famílias das pessoas participantes.

Durante os encontros do grupo, aconteceram oficinas que tiveram como tema estudos sobre a realidade da comunidade local: violência, drogas, ausência espaços públicos para lazer e cultura, violência doméstica e outros.

O assunto do trabalho escravo foi abordado e foram realizadas oficinas com esta temática. A partir desse diagnóstico, foi montada a peça de teatro apresentada ao final do projeto. A confecção do cenário e figurino e a divulgação também foram feitos pelo grupo, envolvendo-os ainda mais no processo criativo. A apresentação foi feita na rua, e a comunidade presente participou ativamente, como é proposta do teatro do oprimido.

 

Comentários fechados.