Formações e oficinas

Foram realizados três encontros de acompanhamento: em agosto de 2006 e em abril e dezembro de 2007. O tema do trabalho escravo contemporâneo foi abordado sob diferentes aspectos, como a saúde do trabalhador, preservação do meio ambiente e o trabalho no campo. Alguns materiais produzidos pelos alunos foram apresentados nas feiras culturais escolares. Outras atividades, como exibição de filmes e oficinas de teatro, foram desenvolvidas aos sábados nas escolas no programa da Secretaria Municipal de Educação chamado Sábado Aberto.

As lideranças realizaram encontros com trabalhadores rurais e também utilizaram o espaço da rádio Alternativa para falar de trabalho escravo contemporâneo, migração e formas de prevenção ao aliciamento. Durante a formação, algumas das lideranças tiveram a idéia de elaborar um projeto para trabalhar nas comunidades rurais a fim de gerar renda de modo sustentável (construindo cisterna, lavouras comunitárias e cooperativas) e de conscientizar os trabalhadores tratando os seguintes temas: terra, reforma agrária e associativismo.

Esse projeto que atingiu 12 comunidades foi apresentado pela Cáritas e outras entidades recebeu financiamento, em 2007, pela Petrobrás.

 

Comentários fechados.