Formações e oficinas

Um dos principais fatores de sucesso de um formação de professores é contar com uma rede previamente articulada em torno do tema, como ocorreu em Picos. Em 2013, o ENP! apoiou o projeto comunitário de prevenção ao trabalho escravo “Um grito pela vida”, realizado pela entidade católica Rede Um Grito Pela Vida. Durante a semana de formação, professores de escolas municipais e estaduais, do campo e da cidade, discutiram formas de abordar o tema e, assim, prevenir o aliciamento de trabalhadores.

A equipe do Escravo, nem pensar! retornará mais duas vezes, a cada seis meses, para acompanhar as ações escolares, realizar novas atividades pedagógicas e fornecer materiais didáticos aos professores participantes.

Comentários fechados.