Projetos comunitários

Apesar de a escola ser pequena, ela cumpre um papel importante na sua região, pois ela está localizada em uma zona rural e atende a famílias em situação de vulnerabilidade social que, na maioria das vezes, desconhecem seus direitos trabalhistas. Sem informação, essas pessoas ficam mais suscetíveis a serem vítimas d trabalho escravo. Por isso, além de trabalhar o tema com os alunos, as atividades foram estendidas à comunidade e tiveram apoio de outras organizações.

Além de abordar o tema do trabalho escravo com os alunos do Ensino infantil, a escola promoveu palestras a pais e comunidade. Entre os assuntos abordados estão: a diferenciação do trabalho escravo contemporâneo do colonial, sua relação com a destruição do meio ambiente e a importância do papel da educação na sua prevenção. Também foram feitas oficinas sobre trabalho infantil e uma grande gincana de culminância, que sintetizavam os temas abordados durante o ano.

O sucesso das atividades fez com que o tema fosse institucionalizado na escola por meio de sua inserção no Projeto Político Pedagógico. Isso garante que ele seja abordado nos próximos anos.

A aceitação do projeto por todos foi muito importante. O conteúdo foi trabalho em todas as disciplinas e um dos destaques foi o projeto ser inserido no PPP da escola, que este ano está sendo reformulado. ­– Luzanira Lima, diretora da escola.

Comentários fechados.