Projetos comunitários

Por ser uma região com alto índice de aliciamento, o projeto se empenhou em sensibilizar jovens e adolescentes sobre a existência do trabalho escravo. Para isso, foram muitas as atividades realizadas ao longo do projeto: palestras na escola e no bairro Cidade Nova; pesquisa diagnóstica sobre a incidência do problema na comunidade realizada pelos alunos; encontros setoriais nas comunidades periféricas e nos municípios vizinhos para atingir outras pessoas.

Os estudantes envolvidos produziram vinhetas de rádio veiculadas nas rádios Jucrisma e Líder, alertando para os riscos do aliciamento. Os estudantes também produziram textos, poemas, uma peça de teatro, um juri simulado e houve até mesmo a composição de um rap sobre o trabalho escravo.

No dia da Independência, estudantes, professores e lideranças foram para a caminhada e compartilharam com a comunidade o conteúdo desenvolvido pelo projeto, com apresentação de poemas, coreografia, teatro e palestras.

Comentários fechados.