Projetos comunitários

A proposta era articular o tema aos conteúdos programáticos e desenvolver um ações de sensibilização e conscientização com a comunidade escolar. Os alunos realizaram intensa pesquisa e procuraram a Comissão Pastoral da Terra e o Centro de Direitos Humanos para pedir orientações mais detalhadas.

Fora isso, os alunos foram divididos em grupos temáticos que trabalharam a questão dos direitos humanos em forma de seminário, uma peça com o tema do trabalho escravo contemporâneo, cartazes para abordar a questão da terra, a migração por meio de paródias, entre outros.

Pensando em envolver entidades da sociedade civil que tenham experiência no combate ao trabalho escravo, ocorreu uma palestra com o Frei Xavier Plassat da Comissão Pastoral da Terra. Ele apresentou o documentário “A lenda da Terra Dourada” para os alunos de 6º ao 9º ano, além de alguns pais e outras pessoas da comunidade.

Ao todo, 250 pessoas participaram do evento.Por fim, os melhores trabalhos, poemas, paródias e desenhos foram socializados para toda a escola no período matutino. Os alunos do 9º ano produziram paródias sobre o tema e montaram uma coreografia para ser apresentada.

Comentários fechados.