Projetos comunitários

A ideia do projeto era formar e informar adolescentes, jovens e adultos sobre o problema do trabalho escravo, por meio da produção de quatro pequenos programas de rádio, veiculados durante a programação da rádio Arca FM. Os programas foram elaborados pelos jovens que participam da rádio, com orientação da coordenadora do projeto, Vanusia Gonçalves, e apoio da equipe do Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos de Açailândia (CDVDH).

O CDVDH atua no município desde 1996 e cumpre importante papel no apoio aos trabalhadores rurais. O primeiro passo foi a realização de pesquisas para conhecer casos de exploração de mão de obra escrava ocorridos no próprio município. Antes disso, os jovens não conheciam de perto o problema. Depois, entrevistaram alguns trabalhadores que já haviam sido libertados. Um desses trabalhadores concedeu uma entrevista que foi gravada e transmitida pela rádio.

Os programas falaram sobre o próprio projeto; a definição de trabalho escravo; dificuldades que as pessoas submetidas à condição análoga a de escravo encontram para serem inseridas no mercado de trabalho; e a “lista suja” do trabalho escravo. Os spots produzidos foram distribuídos às rádios comunitárias parceiras da Arca FM: Rádio Brejão FM, de São Francisco do Brejão (MA), e Rádio Liberdade FM, de Bom Jesus das Selvas (MA). Os municípios onde a equipe da rádio realizou cursos de comunicação também receberam os spots. São eles: Vila Nova dos Martírios, Cidelândia e Arame.

Comentários fechados.