Projetos comunitários

Mobilização pelo direito à água

A equipe responsável pelo projeto se reuniu com os moradores de diferentes comunidades rurais de Araçuaí para levantar as demandas relativas ao acesso à água, à terra e ao trabalho e, a partir daí, definir as ações a serem empreendidas. A atividade foi importante, pois as comunidades puderam perceber que enfrentam os mesmos problemas e que são necessárias ações conjuntas para superar as dificuldades. A comunidade Córrego Narciso marcou uma audiência com a Secretaria de Agricultura do município para discutir os problemas relacionados ao acesso à água. Os moradores reivindicaram junto às autoridades públicas o encanamento e desvio da água da barragem construída a cinco quilômetros da comunidade, bem como o seu tratamento para o consumo e a irrigação de plantações, já que a água dos poços artesianos é imprópria por ser salobra.

Preservação da cultura por meio do resgate da história

Com o objetivo de resgatar a história da comunidade para fortalecer sua identidade, cultura e tradição, foram feitas discussões com os moradores, que relataram as suas experiências e contaram histórias de vida. Por meio desse exercício, a comunidade, então, reconheceu-se quilombola. Esse foi o primeiro passo para requererem o pedido de reconhecimento oficial por parte do Estado, o qual foi enviado à Fundação Cultural Palmares e respaldado por um estudo antropológico realizado por um professor da Universidade Federal de Minas Gerais.

Outras atividades foram feitas para valorizar a identidade da comunidade como a oficina de plantas medicinais, na qual os moradores reconheceram as plantas que podem ser usadas para tratar doenças e aprenderam como fabricar remédios naturais.

Comentários fechados.