Profissionais da Assistência Social de Manaus

O projeto Escravo, nem pensar! em Manaus: Formação para a Assistência Social – 2022 é destinado aos profissionais da rede pública do SUAS da capital amazonense, que atuam em Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop). Essa iniciativa conta com a parceria da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania de Manaus (SEMASC) e o apoio do Instituto Mattos Filho. 

O objetivo dessa ação é qualificar o atendimento a grupos vulneráveis ao trabalho escravo, como migrantes internacionais, e ampliar a identificação e encaminhamento de denúncias relacionadas a essa violação de direitos, conforme documento orientativo do Ministério da Cidadania O Sistema Único de Assistência Social no Combate ao Trabalho Escravo e ao Tráfico de Pessoas.