Público

As atividades do programa são dedicadas à formação de educadores e outros profissionais das redes públicas, que são fundamentais para erradicação do trabalho escravo no país, devido a suas atribuições e competências. Atualmente, o Escravo, nem pensar! desenvolve projetos para as áreas da Educação, Assistência Social e Saúde.

Veja os projetos em vigência: