Monsenhor Gil

O município surgiu a partir do povoado de Lages e em torno da vida religiosa do Monsenhor Gil. Natural do povoado, retornou à sua cidade de origem após ordenar-se em Roma. Com ajuda de donativos, conseguiu construir a igreja Menino Deus. Doou todos os seus bens à igreja e, devido às festas religiosas que ocorriam no mês de dezembro, o povoado passou a se chamar Natal. Em 1884, Monsenhor Gil conseguiu a elevação do povoado à categoria de Vila. Em 1963, a vila tornou-se município e recebeu o nome que hoje carrega. O município abriga o Assentamento Nova Conquista, primeiro criado para atender vítimas da escravidão contemporânea. No entanto, apesar do acesso à terra, a falta de políticas públicas que garantam a permanência dos jovens nas escolas e a sobrevivência das famílias resulta na migração frequente para outros municípios. Entre os anos de 2003 e 2012, 23 trabalhadores originários de Monsenhor Gil foram resgatados da escravidão, segundo dados da Comissão Pastoral da Terra (CPT).

  • Monsenhor GilPiauí
    arrow_forward

Onde Atuamos

event
event
InícioFimNomeTipo de açãoPúblicoEstadoMunicípioSituação
01/01/201231/12/2012A arte na prevenção ao trabalho escravoProjetos comunitáriosPiauíMonsenhor GilFinalizada