O município localiza-se na região sudeste do estado do Pará, historicamente marcada pela conflituosa ocupação da terra. A ocupação da região sul e sudeste do Pará por grandes representantes do capital, estimulada pelo governo militar, deu origem a uma das maiores fronteiras agropecuária e extrativista do país. Xinguara surge a partir da construção da rodovia PA-279, por onde confluíram muitos trabalhadores na esperança de um pedaço de terra para viverem.

Desde sua ocupação, nas regiões sul e sudeste do Pará há inúmeros conflitos pela terra, registrando índices aviltantes de assassinatos de trabalhadores rurais. Outra manifestação da violência na região é o trabalho escravo. Xinguara registrou 15 casos de trabalho escravo e 48 libertações entre 2003 e 2012, segundo estatísticas da Comissão Pastoral da Terra.

Atividades realizadas

Formações e oficinas

Projetos comunitários

Notícias

Comentários fechados.