Localizado na Chapada Diamantina, no centro sul baiano, o município começou a ser povoado em meados do XIX com a chegada de garimpeiros à procura de ouro, tornando-se ponto de descanso desses trabalhadores. Possui atualmente população de cerca de 20 mil habitantes.

Sua principal atividade econômica é a agricultura, em especial o cultivo do café. A região do estado é conhecida por suas condições favoráveis ao plantio do grão e pela produção de cafés especiais.

Atividades realizadas

Projetos comunitários

Comentários fechados.