Ano de publicação: 2015

revista_parauapebas_capaProdução: Prefeitura Municipal de Parauapebas – Secretaria Municipal de Educação
Apoio: Repórter Brasil – Escravo, nem pensar!
Lançamento: Janeiro de 2015

Em 2014, o município de Parauapebas, no Pará, participou de uma formação sobre trabalho escravo promovida pelo Escravo, nem pensar!. A partir daí, a Secretaria Municipal de Educação fomentou a abordagem e a realização de projetos escolares sobre o tema.

Esta revista é resultado de um trabalho desenvolvido durante o mês de outubro de 2014 pelos professores de História das turmas de 3º e 4º ciclos da rede municipal. As atividades proporcionaram aos alunos a reflexão e compreensão do trabalho escravo contemporâneo como uma violação dos direitos humanos, configurando uma prática ilegal e imoral existente no município.

As produções apresentam ainda ações de prevenção e combate ao trabalho escravo contemporâneo, uma vez que esse crime deve ser coibido e seus autores punidos. Foram produzidos trabalhos como paródias, história em quadrinhos, artigo de opinião e desenhos referentes à temática em questão. O material foi elaborado com o intuito de discutir e divulgar e combater as práticas do trabalho escravo contemporâneo em âmbito nacional, regional e local, haja vista que em Parauapebas, nos últimos anos, foram identificados 20 casos de trabalho escravo; onde 200 trabalhadores submetidos à escravidão foram libertados.

Baixar

Tags:

Comentários fechados.