Projetos comunitários

Uma equipe formada por professores, professoras e estudantes da escola Pedro Valle percorreu dezescolas e comunidades rurais de Marabá e Parauapebas levando informações sobre o trabalho escravo. Para isso, realizaram sessões do filme “Esperança perdida”, produzido pela escola em 2010 durante o projeto “Trabalho escravo: Esclarecer, educar e transformar”. Os estudantes que participaram do filme coordenaram rodas de conversa sobre trabalho escravo e sobre as situações de pobreza que facilitam a ação de aliciadores. Também houve distribuição de materiais didáticos e apresentação de teatro de fantoches, preparado por estudantes, professores e professoras.

Ao final do projeto, foi realizada no assentamento Carimã, onde se localiza a escola, a “Semana do Trabalho”, que promoveu atividades variadas. Uma delas foi a palestra com representantes da Justiça do Trabalho em Marabá, da Polícia Federal e da Comissão Pastoral da Terra. Essas atividades reuniram muitos moradores em busca de mais informações e esclarecimentos sobre trabalho escravo e seus direitos trabalhistas.

Os moradores da comunidade também participaram de oficinas de artesanato realizadas na escola, e receberam orientações dos estudantes sobre direitos trabalhistas e trabalho escravo.

Comentários fechados.