O programa realizará oficina de formação sobre a realidade do trabalho escravo no Maranhão com professores da rede municipal e estadual.

Nos dias 18, 19 e 20 de agosto, a Comissão para a Erradicação do Trabalho Escravo no Maranhão (Coetrae-MA) realiza a Caravana da Liberdade. O objetivo do evento é divulgar o tema do trabalho escravo nos municípios maranhenses mais afetados por essa prática por meio de atividades de formação, voltadas à prevenção dessa violação de direitos humanos.

No dia 18, a ação acontece em Peritoró, e nos dias 19 e 20, em Codó. O Escravo, nem pensar! integra a programação do dia 20, com oficina de formação para professores das redes municipal e estadual. Dentre os temas abordados, estão a realidade do trabalho escravo no Maranhão e experiências de combate na rede estadual.

A programação ainda conta com painéis, palestras, rodas de conversa, passeatas de mobilização, exposições fotográficas e depoimentos de trabalhadores resgatados. Também serão oferecidos serviços de saúde e de expedição de carteira de trabalho. Para conferir toda a programação, clique aqui.

O evento é promovido pela Secretaria Estadual de Direitos Humanos e Participação Popular do Maranhão e conta com o apoio das secretarias estaduais de Direitos Humanos e Participação Popular, Extraordinária de Juventude, Saúde, Educação, Pesca e Aquicultura, Desenvolvimento Social, Trabalho e Economia Solidária; do Viva Cidadão; do Tribunal Regional do Trabalho; do Ministério Público do Trabalho; da Universidade Federal do Maranhão – Campus Codó; do Ministério Público Estadual; da Prefeitura de Codó; da Câmara Municipal de Codó; da Prefeitura de Peritoró; da ONG Plan; da ONG Repórter Brasil; do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Codó; do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Peritoró; e do Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos Carmen Bascarán (CDVDH/CB).

Tags:

Deixe uma resposta

  • (não será publicado)